Conquista Urgente

Conquista Urgente


Polícia fecha fábrica clandestina que fornecia bebida falsificada para Guanambi e região

Quarta | 28.06.2017 | 18h11
Autor: Sudoeste Bahia


Foto: Reprodução

Uma fábrica clandestina que distribuía bebidas falsificadas no município de Guanambi e em outras cidades da região sudoeste da Bahia foi fechada pela Polícia Civil de Bocaiuva, na região Norte de Minas Gerais, na tarde desta terça-feira (27/06) e três homens foram presos em flagrante. Segundo a corporação, o local falsificava a produção de vários tipos de bebidas alcoólicas destiladas, como cachaça e uísque, e vendia os produtos a valores bem abaixo do mercado, cerca de um terço do preço usual. Os detidos disseram à polícia, que a produção funciona há cerca de seis meses, porém os investigadores acreditam que a fábrica clandestina funcione há mais tempo. No galpão estavam vários toneis e caixas d’água, usados para misturar solventes, aditivos e aromatizantes, usados para chegar próximo ao sabor das bebidas. Além das bebidas, de rótulos nacionais e importados, a PC encontrou selos de inspeção falsos. A PC acredita que os autores faziam venda dos produtos para 129 cidades nos estados de Minas Gerais e Bahia. Conforme a lista divulgada pela polícia, Guanambi era atendida na ROTA 1, juntamente com outros municípios, tais como: Palmas de Monte Alto, Sebastião Laranjeiras, Iuiu, Malhada, Carinhanha, Feira da Mata, Riacho de Santana, Bom Jesus da Lapa, Guanambi, Urandi, entre outros. Ainda segundo a polícia, os acusados, todos maiores de idade, foram presos em flagrante delito e levados à delegacia da cidade. O delegado responsável pelo caso informou que por se tratar de produto destinado ao consumo humano, os denunciados podem pegar de 4 a 10 anos de prisão. A quantidade de bebidas apreendidas não foi informada. O proprietário da fábrica identificado como Márcio Magno de Souza é procurado pela polícia. Ele também era o responsável pelo transporte das bebidas.

Renan deixa liderança do PMDB e diz que não serve para ser 'marionete'

Quarta | 28.06.2017 | 17h30
Autor: G1


Foto: Reprodução

O senador Renan Calheiros (AL) anunciou nesta quarta-feira (28) em plenário que decidiu deixar a liderança do PMDB no Senado. Ex-presidente do Congresso Nacional, Renan passou a ocupar a função no início deste ano e, desde então, tem adotado postura contrária ao governo do presidente Michel Temer, criticando, principalmente, as reformas da Previdência Social e trabalhista. Na sequência do discurso, Renan fez duras críticas ao governo e afirmou que não serve para ser "marionete". Ao plenário, o senador acrescentou ao dizer que, se permanecesse na função, isso significaria que ele havia decidido ceder às exigências de um governo que trata o PMDB como um "departamento" do Poder Executivo. Ao dizer que não tem "a menor vocação para marionete". Renan Calheiros afirmou que o governo do presidente Michel Temer não tem credibilidade para conduzir as reformas propostas ao Congresso Nacional. Para o senador, as reformas sacrificam os mais pobres e discriminam regiões e, por isso, ele decide "ficar com a sociedade". "Precisamos, claro, de um plano econômico de emergência. Ontem [terça, 27], o ministro do Planejamento [Dyogo de Oliveira] chamou a atenção para a crise fiscal que o país atravessa. Eu defendo reformas, mas não as reformas destinadas a abolir direitos trabalhistas conquistados a duras penas", declarou.

OAB fará campanha de conscientização sobre publicidade infantil

Quarta | 28.06.2017 | 16h31
Autor: OAB/Notícias


Foto: Ilustração

O Conselho Pleno da OAB aprovou na manhã desta terça-feira (27) proposta para realização de uma campanha para conscientizar a população sobre os efeitos da publicidade infantil sobre as crianças. Relatada pelo conselheiro federal Luís Claudio Alves Pereira (MS), a proposta foi aprovada por unanimidade. O tema foi incluído na pauta a pedido da presidente da Comissão Especial de Defesa do Consumidor, Marié Miranda. “Quero parabenizar a conselheira Marié Miranda pelo empenho neste tema, um assunto tão importante para a sociedade, acima de tudo para as nossas crianças. Merece o nosso reconhecimento”, disse o presidente nacional da OAB, Claudio Lamachia, ao proclamar o resultado da deliberação feita no Plenário. Além da Comissão Especial de Defesa do Consumidor, outras comissões anunciaram que subscreverão o texto da proposta, como a Comissão Nacional da Mulher Advogada e a Comissão Especial da Criança e do Adolescente. “Essa solicitação não é um pedido ao Conselho de providência legislativa ou normativa, não. É apenas uma campanha para a Comissão de Defesa do Consumidor com apoio da Comissão da Mulher, Comissão da Infância e Juventude, para alertar os pais e as crianças dos efeitos da publicidade infantil quanto à questão da educação, educação alimentar, a ilusão por traz do comprar e da supremacia do ter sobre o ser, algo que hoje vivenciamos muito nas famílias e com as crianças. A preocupação em consumir sem ser orientado, de forma indevida e distorcida. Traz um prejuízo muito grande essa indução, enfim”, afirmou Marié. “Publicidade infantil deve repeitar os direitos do consumidor e da criança”, acrescentou ela.

Whatsapp indica função para apagar mensagens enviadas

Quarta | 28.06.2017 | 15h30


Foto: Ilustração

Whatsapp publicou em seu site de suporte nesta terça-feira (27) instruções para um novo recurso, que permite apagar mensagens já enviadas. No entanto, o aplicativo de conversas deletou a página pouco tempo depois, então não é possível saber quando a função se tornará disponível para os usuários. O recurso é chamado de Anular, e permitirá que mensagens sejam apagadas até cinco minutos depois de enviadas. As mensagens escolhidas aparecerão como "Esta mensagem foi anulada" dentro da conversa. A função estará disponível para aparelhos com Android ou Windows Phone e iPhones, mas é necessário que tanto o remetente quanto o destinatário estejam com as versões mais recentes do aplicativo.

BA: Jovem morre após treino; pais dizem que ela pediu desculpas por usar anabolizantes

Quarta | 28.06.2017 | 14h15
Autor: G1 Bahia


Foto: Reprodução/Rede Social

Os pais da jovem Jéssica Avelino Morais, de 25 anos, que morreu após passar mal enquanto treinava em uma academia de Salvador, disseram que a filha fazia uso de anabolizantes para ganhar massa muscular mais rapidamente e que, antes de morrer, pediu desculpas a eles pela utilização das substâncias. Ainda não há, no entanto, informações sobre as causas da morte da jovem e nem se há relação com o uso dos anabolizantes. "Ela pediu perdão a mim e a mãe dela. Depois, deu a parada e não voltou mais", relatou o pai da jovem, Joseval Moraes, em entrevista à TV Bahia. A mãe da jovem, Valdinete Avelino, conta que Jéssica era muito vaidosa e que malhava já há um bom tempo. Sempre ia para a academia depois que chegava do trabalho. "Malhava muito, muito mesmo. Ela corria muito na esteira", contou. A mãe disse que a filha, no entanto, queria acelerar os resultados da academia e que, por isso, começou a tomar os medicamentos por conta própria, sem passar por um médico. Valdinete ainda afirmou que, inicialmente, a filha tomava as substâncias escondido, sem que ninguém soubesse, mas que depois ela acabou descobrindo. A mãe diz que pediu que ela parasse de toma os medicamentos, mas ela não atendeu.

A VLI- administradora da Ferrovia Centro-Atlântica se posiciona sobre o acidente em Guajeru

Quarta | 28.06.2017 | 13h30
Autor: Brumado Urgente


Foto: Laércio de Morais/Brumado Urgente

A VLI, empresa que administra a Ferrovia Centro-Atlântica, entrou em contato com a redação do Brumado Urgente e emitiu uma nota de posicionamento sobre o acidente em Guajeru. A empresa informa que registrou por volta das 18h30 desta terça-feira (27), uma colisão com um de seus trens em uma passagem em nível em Guajeru, a cerca de 60 km de Brumado (BA). A composição já havia passado pelo cruzamento quando foi atingida em uma das locomotivas por uma motocicleta. Após o impacto, o maquinista parou o trem e desceu para verificar o que havia ocorrido. Equipes da empresa acionaram a Polícia Militar e o Samu, que constatou o óbito do motorista e fez o atendimento do garupa, que foi encaminhado a hospital local. A VLI destaca que mantém campanhas constantes ao longo do ano com o objetivo de orientar comunidades sobre a importância de manter um comportamento seguro em relação aos trilhos. Um trem carregado é um veículo muito pesado e pode levar até 1km até parar completamente após o acionamento dos freios. Por isso, conforme indica o Código de Trânsito Brasileiro (art. 29), o veículo sobre os trilhos tem preferência de passagem nos cruzamentos, que são sinalizados com placas que alertam motoristas e pedestres sobre a circulação de trens. Deixar de parar o carro antes de transpor a linha férrea é infração gravíssima.

PF suspende emissão de passaporte, mas medida não inclui casos de emergência

Quarta | 28.06.2017 | 12h13
Autor: G1


Foto: Ilustração

A Polícia Federal anunciou que suspendeu a emissão de novos passaportes desde as 22h de terça-feira (27) devido à "insuficiência do orçamento" destinado às atividades de controle migratório e emissão de documentos de viagem. Somente serão emitidos os passaportes de emergência, ou seja, para situações que necessitem do documento de viagem e não possam comprovadamente esperar o prazo normal de confecção e entrega do passaporte, como motivos de saúde, trabalho ou catástrofes naturais, por exemplo. Não é permitida a emissão de passaporte de emergência para viagens a turismo. Para emitir um passaporte, é preciso pagar uma taxa de R$ 257,25 correspondente à emissão do documento. No caso de passaportes de emergência, a taxa sobe para R$ 334,42. Em média, a PF faz 8 mil atendimentos por dia de pessoas que requisitam a emissão de passaporte. Os usuários atendidos nos postos de emissão até esta terça receberão o passaporte normalmente, informa a nota. Segundo a assessoria da PF, a insuficiência de orçamento não significa insuficiência financeira (falta de dinheiro). Quer dizer que se atingiu o limite do gasto autorizado na Lei Orçamentária da União para essa rubrica específica.

Janot aciona o Supremo contra a lei da terceirização

Quarta | 28.06.2017 | 11h11


Foto: Reprodução

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, entrou no Supremo Tribunal Federal (STF) com uma ação para que a Corte considere inconstitucional a lei de terceirização, sancionada em março pelo presidente Michel Temer. O procurador-geral pede que o STF conceda uma liminar (decisão provisória) para suspender imediatamente os efeitos da lei. Para Janot, o fato de a lei permitir a terceirização irrestrita da atividade-fim viola o "regime constitucional de emprego socialmente protegido" e fere direitos fundamentais do trabalhador. A atividade-fim é aquela típica do ramo em que uma empresa atua. É o emprego de médico, por exemplo, num hospital particular. Pela lei sancionada por Temer, a terceirização poderá ser aplicada a qualquer atividade da empresa. Na ação, o procurador-geral também argumenta que a lei permite ampliar de forma "ilegítima e desarrazoada" a contratação temporária. Entenda abaixo os principais pontos do projeto aprovado pelo Congresso sobre a terceirização: A terceirização poderá ser aplicada a qualquer atividade da empresa; A empresa terceirizada será responsável por contratar, remunerar e dirigir os trabalhadores; A empresa contratante deverá garantir segurança, higiene e salubridade dos trabalhadores terceirizados; Sobre trabalho temporário: O tempo de duração do trabalho temporário passa de até 90 dias para até 180 dias, consecutivos ou não; Após o término do contrato, o trabalhador temporário só poderá prestar novamente o mesmo tipo de serviço à empresa após esperar três meses.

Guajeru: Jovem de 18 anos morre após colidir a moto com trem, na BA-148

Quarta | 28.06.2017 | 10h06
Autor: Informe Cidade


Foto: Reprodução

Um trágico acidente ocorrido no fim da tarde desta terça-feira (27) na BA-148, trecho que liga Guajeru a Malhada de Pedras, causou a morte do guajeruense Diego Magalhães, 18 anos. Segundo as informações extraoficiais colhidas pelo Informe Cidade, o jovem, que era o condutor da moto e seguia de Malhada de Pedras para Guajeru, chocou-se com o trem de ferro no cruzamento da Rede Ferroviária próximo à Fazenda Cachoeirinha, cerda de 3km de Malhada de Perdas. Com o impacto Daniel não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Um amigo que vinha com ele na garupa da moto teve alguns ferimentos e foi levado para o Centro de Saúde de Malhada de Pedras e não corre risco de morte. Equipes da Polícia Militar e do SAMU-192 seguiram para o local.

Lula pede renúncia de Temer e antecipação de eleições presidenciais

Quarta | 28.06.2017 | 09h07
Autor: Tribuna da Bahia


Foto: Reprodução

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) defendeu que o presidente Michel Temer (PMDB), denunciado na segunda-feira, 26, pela Procuradoria Geral da República (PGR) por corrupção passiva, renuncie e peça a antecipação de eleições presidenciais diretas imediatamente. Para o petista, Temer deve ou não tomar essa decisão a "depender da pressão" da sociedade. "O ideal seria um processo mais tranquilo e que o próprio Temer pudesse pedir a antecipação das eleições e a gente poderia escolher, antes de outubro de 2018, um novo presidente da República, um novo Congresso Nacional", disse o ex-presidente em entrevista à Rádio Itatiaia de Minas Gerais nesta terça-feira, 27. "Eu defendo as diretas imediatamente." Réu em cinco ações penais por corrupção, lavagem de dinheiro e obstrução de Justiça, Lula afirmou que é preciso investigar o que há contra o presidente para "saber se são verídicas as denúncias". "O Temer pode cair, mas um processo qualquer que aconteça contra um presidente ou contra qualquer ser humano precisa ser investigado", disse à rádio. "Se tiver provas concretas, efetivamente o Temer não tem como continuar. Lula disse, ainda, que não se arrepende de ter feito aliança com o PMDB enquanto estava na Presidência. "No momento, era extremamente necessário e eu não tinha bola de cristal para saber que o Temer ia dar golpe na Dilma e ajudar a fazer o impeachment."

Doenças respiratórias e cardíacas requerem atenção especial no inverno

Quarta | 28.06.2017 | 08h05


Foto: Ilustração

Com a chegada do inverno, que teve início na última quarta-feira (21), algumas doenças requerem atenção especial. A mais comum delas é a infecção respiratória. Resfriados, rinite e bronquite costumam ser mais frequentes com as mudanças de temperatura e o tempo seco. Mas o estilo de vida mais sedentário e as alterações no organismo por conta da estação também aumentam os riscos de doenças do coração. O otorrinolaringologista Thiago Bezerra explica que a menor umidade e o resfriamento do ar deixam a mucosa nasal mais suscetível a infecções. A tendência de um maior confinamento em lugares fechados também aumentam a circulação de germes. “Daí vem aquela principal medida para evitar a difusão dessas infecções de vias aéreas superiores: lavar as mãos regularmente”, destacou o médico, que é membro da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF) e professor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Ele destaca ainda outra medida simples, como o não compartilhamento de utensílios domésticos – como copos, pratos e talheres – quando um integrante da família estiver gripado. Para os quadros de rinossinusite, é fundamental lavar o nariz com soro fisiológico ou solução salina, que ajuda a desobstruir as vias e a diminuir a possibilidade de infecção.

Veja 5 dicas para avaliar sua evolução nos estudos para concursos

Terça | 27.06.2017 | 20h06
Autor: G1


Foto: Ilustração

A preparação para concursos é um projeto um pouco demorado e, muitas vezes, causa insegurança no candidato, que fica com a impressão de estar “patinando”, sem sair do lugar, simplesmente porque ainda não foi aprovado. Mas há alguns critérios que ajudam a perceber se você está ou não caminhando para a sua vaga. 1 – Você consegue cumprir a programação de estudo? Você tem, não tem? Esta é uma providência que faz a sua preparação dar um salto de qualidade. A programação deve ser feita todo fim de mês, para valer para o mês seguinte. Basicamente, você faz um calendário para o mês que vai começar, informando dia do mês e da semana e anotando feriados, se houver. Registra a sua rotina de vida, com horários dos compromissos e estabelece os horários de estudo. Depois, distribui as matérias pelos períodos. 2 – Consegue estudar durante mais tempo e com mais qualidade? A preparação para concursos é muito parecida com a preparação de um atleta. O mesmo acontece com o estudo. Gradativamente, a gente se envolve mais e mais com o projeto e já permanece concentrado e atento durante todo o período de estudo. Mesmo que ocorra alguma distração, o retorno ao foco é muito mais rápido. 3 – Seu conhecimento em relação às matérias aumentou? Quando menos esperamos, estamos compreendendo assuntos relacionados ao direito, mais seguros no uso da língua portuguesa e, finalmente, entendendo melhor a matemática. De modo geral, há uma ou mais disciplinas que parecem impossíveis. Acontece com quase todo mundo. Mas, já dá para perceber que muita coisa mudou.

Veja como o Presidente Temer se manifestou diante das denúncias contra ele

Terça | 27.06.2017 | 18h06
Autor: G1


Foto: Reprodução

O presidente Michel Temer afirmou na tarde desta terça-feira (27) que não há provas concretas na denúncia por corrupção passiva contra ele apresentada nesta segunda (26) ao STF pela Procuradoria Geral da República. Segundo ele, a peça acusatória é uma "ficção". Foi a primeira fala de Temer desde que a denúncia foi apresentada, na noite desta segunda. Ele fez o pronunciamento no Salão Leste do Palácio do Planalto. O presidente chegou ao local acompanhado de diversos ministros e parlamentares da base aliada, que se postaram de pé ao lado do presidente em sinal de apoio. Veja os principais argumentos utilizados pelo presidente no pronunciamento: Disse que é vítima de infâmia. Cobrou provas concretas. Afirmou que a denúncia é "frágil" e peça de "ficção". Atacou a PGR e disse que ex-procurador se tornou advogado da JBS. Disse que os acusadores reinventaram o Código Penal e criaram "denúncia por ilação". Afirmou que o "senhor grampeador" Joesley Batista é criminoso. Disse que gravação de conversa com Joesley é "prova ilícita". Criticou o fatiamento da denúncia e disse que PGR quer "paralisar o país". "Somos vítimas dessa infâmia de natureza política. [...] Fui denunciado por corrupção passiva sem jamais ter recebido valores. Onde estão as provas concretas de recebimento desses valores? Inexistem", afirmou o presidente. Na denúncia, Rodrigo Janot afirmou que as provas de que Temer recebeu dinheiro de propina são "abundantes". Antes da denúncia, em um relatório elaborado após as investigações, a Polícia Federal afirmou que as provas colhidas no inquérito indicam "com vigor" que Temer praticou corrupção.

Senadores protocolam recurso para desarquivar pedido de cassação de Aécio

Terça | 27.06.2017 | 17h12
Autor: G1


Foto: Reprodução

Um grupo de senadores protocolou nesta terça-feira (27) um recurso no Conselho de Ética do Senado solicitando o desarquivamento do pedido de cassação do senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG). O documento é assinado por cinco senadores titulares do Conselho Lasier Martins (PSD-RS), José Pimentel (PT-CE), João Capiberibe (PSB-AP), Antonio Carlos Valadares (PSB-SE) e Pedro Chaves (PSC-MS). São necessárias pelo menos cinco assinaturas de senadores titulares do conselho para que o recurso tenha validade. O recurso também tem a assinatura das senadoras Regina Sousa (PT-PI), Ângela Portela (PDT-RR) e Vanessa Grazziotin (PC do B-AM), que são suplentes no Conselho de Ética. Na última sexta (23), o presidente do Conselho de Ética, senador João Alberto (PMDB-MA), arquivou monocraticamente o pedido de cassação do parlamentar tucano. Ao arquivar o pedido de cassação, o senador do PMDB alegou que a representação do PSOL e da Rede contra Aécio era "improcedente". Elaborado pelo gabinete do senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), o recurso que tenta forçar a instauração do processo disciplinar ressalta que a alegação do presidente do Conselho de Ética é “descabida”. “Esperamos que o senador João Alberto convoque o quanto antes uma reunião para análise deste recurso. Se recebimento de propina não for quebra de decoro parlamentar, nada mais é”, afirmou Randolfe. “O Conselho de Ética e Decoro do Senado não pode virar Conselho de Estética e Decoração”, ironizou o deputado Chico Alencar (PSOL-RJ). Depois que o recurso for protocolado, caberá a João Alberto convocar uma reunião para que os 15 titulares do colegiado analisem a possibilidade de desarquivar o pedido de cassação.

Motorista perde o controle do veículo e capota entre Rio de Contas e Jussiape

Terça | 27.06.2017 | 15h29


Foto: Reprodução

O acidente ocorreu nesta segunda-feira (26) na BA-148, no trecho entre os municípios de Rio de Contas e Jussiape. De acordo com informações obtidas pela reportagem do L12 Sudoeste, ele estava trafegando pela BA, quando perdeu o controle do veículo, um CrossFox, de cor amarela, de placa policial DXD-6644, licença de Jussiape, que veio a capotar, parando às margens da rodovia com as rodas levantadas. Apesar do susto, o motorista não se feriu.